11.maio.18

Brasília é mais que poder



A cidade de Brasília fotografa muito bem, seja pelos dias ensolarados, pelo céu azul, como também pelas belas linhas arquitetônicas. Recentemente foi incluída como “cidade criativa”, contribuição para o design, no site da Unesco. Vou com frequência a Brasília a trabalho ou em conexão por outras cidades de Goiás, a cada viagem tenho um novo olhar. Mais uma vez fiz o turismo cívico e acompanhei um amigo em sua primeira vez na cidade. Dessa vez gostei de conhecer o gabinete do Presidente. Vale a pena as descobertas além do “poder”.

 

A história de Brasília começou desde o Século XVIII, com a ideia de transferir a capital do país para o Planalto Central, por segurança. Na primeira constituição de 1891, foi fixada legalmente a região da futura capital. Brasília começou a ser construída a partir de 1956, pela obstinação de Juscelino Kubitschek que não mediu esforços nem gastos para construí-la. O Plano Urbanista de Lucio Costa, no formato de um avião, o “Plano Piloto” foi uma vanguarda para época. As linhas arquitetônicas modernas e arrojadas de Oscar Niemeyer até hoje surpreendem. Em 21 de abril de 1960, Juscelino inaugura Brasília. Hoje é uma referência em arquitetura e considerada Patrimônio da Humanidade.

Para conhecer Brasília a melhor maneira é começar pela Torre de TV, para ter uma ideia do Plano Piloto.

Do alto do mirante, em frente se pode observar a Esplanada dos Ministérios e Praça dos Três Poderes e ao lado asas sul e norte. Para trás a vista do Estádio de Futebol e Memorial JK.

É bacana fazer o “tour cívico” a partir de visita guiada ao Congresso Nacional e Senado, o dos pratos, um para cima outro para baixo.

Durante o passeio se observa os cenários que vemos na TV sobre as notícias do poder. Há curiosidades como os desenhos no carpete azul do Senado, que são feitos pelo Sr. Clodoaldo da faxina, utilizando o aspirador de pó.

No domingo é possível fazer o tour guiado pelo Palácio do Planalto e visitar o gabinete do presidente, uma vez que não há expediente. O Palácio é bem bonito, com as linhas harmoniosas do mestre Oscar Niemeyer.

Há algumas obras de arte como esta do auditório.

troca de guardas de honra, é uma atração aguardada.

O Palácio do Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores conhecido como Palácio dos Arcos, é uma obra prima do arquiteto e tem o melhor acervo de peças de artes. O tour guiado mostra os detalhes do Palácio e das visitas internacionais e recepções.

O Palácio da Alvorada, a residência oficial do presidente, está no extremo do Plano Piloto, próximo ao Lago Paranoá. A visita guiada é mais difícil, vale fotografar de fora.

No Espaço Lucio Costa, o urbanista de Brasília está na Praça dos Três Poderes; há uma grande maquete de Brasília para conferir a planta da cidade. Gostei da frase do Lucio Costa: “Brasília, a cidade que inventei”.

O Museu Histórico de Brasília também está na Praça dos Três Poderes, a história é contada nas paredes de mármore.

A Catedral de Brasília é uma joia da arquitetura e deve ser visitada tanto de noite, com a imponência das luzes, como de dia, para observar internamente e os efeitos dos raios solares.

O belo vitral do teto foi uma obra da ousadia e maestria da artista franco-brasileira Marianne Peretti, única mulher da equipe de Oscar Niemeyer.

O Museu Nacional Honestino Guimarães e a biblioteca formam o Complexo Cultura da República João Herculino. A forma de cúpula, tão característica de Oscar Niemeyer foi inaugurado em 2006 quando o arquiteto já tinha 99 anos.

O conjunto está ao lado da Catedral e dá para fazer a visita aos três de uma vez.

O Memorial JK é um dos passeios interessantes para conhecer melhor a cidade e o seu fundador. O monumento do JK de longe, lembra a foice e o martelo, numa referência ao comunismo, outra herança ousada de Oscar Niemeyer.

Um passeio bem legal em dia de sol é almoçar no Pontão Sul, um complexo de restaurantes e bares a beira do Lago Paranoá. Há passeios de barcos disponível.

A Orla JK não é tão divulgada, mas vale a pena conhecer os restaurantes do entorno. São várias opções tanto para o dia como a noite, com bela vista da Ponte JK.

As atrações de Brasília não estão tão divulgadas, como em outras cidades, é necessário buscar informações. Para conhecer mais consulte os sites:

www.turismo.df.gov.br

 

Conheça mais sobre cidades criativas no site da Unesco, Brasília está na categoria contribuição para o design.           Cidade Criativa

 

Brasília tem muitos bons hotéis para todos os gostos.

Eu recomendo o Naoum LifeStyle, uma ótima opção, no setor Hoteleiro Sul, com localização e serviço excelente. O café da manhã é bem variado e a simpatia do staff conquista os hospedes.

Naoum Hoteis

Para almoçar ou jantar, Restaurante Mangai na Orla JK estilo nordestino bem variado, ótimo custo benefício.

A noite o Restaurante Dona Lenha na Asa Sul tem variedade.

No Pátio Brasil Shopping o Madero, tem hambúrguer com entradinha de palmito grelhado.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2018 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel