24.jul.18

Festival do Japão em São Paulo



Em 2018 se comemora os 110 anos da Imigração Japonesa ao Brasil. O 21.Festival do Japão que aconteceu nesse final de semana em São Paulo, teve como finalidade comemorar a data, bem como mostrar e comercializar a gama de produtos e empresas, além de difundir a cultura japonesa. Uma ótima oportunidade para conhecer um pouco mais sobre o Japão. Um dos melhores momentos foi assistir a aula de gastronomia com um chefe famoso. Depois que visitei o 21.Festival do Japão, senti saudades e vontade de voltar a esse país de tantos encantos.

 

 

Em 18 de junho de 1908 o navio Kasato Maru, chega ao porto de Santos com 781 imigrantes japoneses, destinados aos cafezais paulistas. Essa foi a primeira leva seguida de outras chegadas ao longo dos anos, interrompida apenas durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1958 no aniversário de 50 anos da Imigração Japonesa, a família Imperial visitou o Brasil. Hoje o Brasil tem uma forte relação comercial com o Japão, devido a colônia. Durante o Festival, um espaço na entrada contou a um pouco da história, com mostra de objetos dos primeiros imigrantes.

110 Anos da Imigração Japonesa

 

O 21. Festival do Japão que foi realizado nos dias 20, 21 e 22 de julho de 2018, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, para preservar e divulgar a cultura japonesa e manter as tradições para as novas gerações. Sua alteza imperial a princesa Mako esteve presente no evento.

 

Esse ano foi especial, devido à comemoração dos 110 anos da Imigração Japonesa. O evento é uma imersão na cultura japonesa e reforça ainda mais o desejo de uma viagem para o Japão.

 

O Festival do Japão com inúmeros stands contou com “grandes players” como Honda, Bradesco, Sanrio, Ikesaki, Sakura, Nissan, Yakult, etc; ao lado dos gigantes estavam muitos outros stands de pequenos negócios japoneses, como fornecedores de chás, ervas, artesanatos, utensílios, um pouco de tudo. Havia uma vasta área de alimentação com delícias como o Tempurá e outros pratos.

 

O stand da Ikesaki, foi um dos maiores, numa área de 3.000m2 foi montada uma super loja de cosméticos, com ênfase para cabelos.  Num palco montado, foi realizado mini shows, performance e espaço para maquiadores e cabeleireiros famosos. A Ikesaki é um case de sucesso, seu fundador um imigrante japonês, ex agricultor no interior paulista, com muito trabalho e dedicação, se transforma em um empresário bem sucedido do ramo da beleza. Eu como cliente da loja aproveitei para fazer umas “comprinhas”.

 

Para amantes do Cosplay e quadrinhos, os personagens caracterizados circulavam pelo Festival do Japão e renderam boas fotos. A Ikesaki ofereceu camarim, promoveu desfile e prêmios para os personagens.

 

Na entrada do Festival uma ala foi dedicada aos delicados arranjos florais, Ikebanas, cada um mais bonito que outro.

 

A arte de dobraduras de papel, conhecidas como Origami, decoravam o lado de fora do São Paulo Expo, em forma de mobile.

 

O stand de colchões japoneses – Futon, mostrou uma tendência na decoração.

 

A Sanrio, criadora e licenciadora de diversos personagens dentre eles a Hello Kitty, a queridinha das crianças e adolescentes e ícone japonês, marcou presença no Festival do Japão.

Eu assisti a uma aula de gastronomia japonesa com o chefe Naoyuki Yanagihara, para aprender a preparar omelete japonês. O chefe é um verdadeiro “showman” presença constante em programas de televisão. Houveram aulas de hora em hora com chefes diversos para preparar os mais variados pratos e mostrar produtos, iniciativa do Ministério da Agricultura, Silvicultura e Pesca do Japão.

 

A gastronomia caiu no gosto do brasileiro, visite a Liberdade e se prepare para experiências gastronômicas.

Conheça mais sobre a comemoração, também em outras cidades brasileiras.

Festival do Japão em São Paulo

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2018 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel