27.ago.18

As atrações da Cidade do Panamá



Resolvi retornar ao Panamá para conhecer um pouco mais e saber das novidades. Desde minha última viagem o Panamá mudou. Os edifícios do centro financeiro estão mais modernos e arrojados. A área turística de Casco Viejo está remodelada e é charme caminhar pelo conjunto arquitetônico. Agora o Metrô corta a cidade e há vários shoppings espalhados. Das minhas lembranças de viagem o que mais gostei foram as belas paisagens, o conjunto de prédios e o mar.

A história está ligada ao Istmo do Panamá, a estreita faixa territorial que une o continente da América do Sul ao da América Central e do Norte. O Panamá no passado fazia parte da Colômbia. No início do século XX os Estados Unidos, assumiram a construção do Canal do Panamá, iniciado pelos franceses. A bela Plaza de Francia em Casco Viejo, faz uma homenagem a iniciativa francesa. Conforme o acordo estabelecido os Estados Unidos, após a construção passaram a administrar o canal até 1999. A partir do ano 2000 passou a ser administrado pelo governo panamenho. Hoje vive um crescente desenvolvimento econômico, como mostra os grandes edifícios da Cidade do Panamá.

Também sofre com a corrupção, o presidente anterior se encontra detido, e a Odebrecht que construiu várias obras como o Metrô, é protagonista de escândalos econômicos. Em 2019 a cidade do Panamá completara 500 anos e receberá a visita do Papa Francisco na Jornada Mundial da Juventude.

Casco Viejo ou Antiguo, declarado Patrimônio Mundial, é segundo ponto mais visitado da Cidade do Panamá, depois do Canal. Em 1671 o assentamento original da cidade do Panamá, hoje conhecido como Panamá Viejo foi saqueado e incendiado por piratas, por ordem dos ingleses.

A coroa espanhola transferiu a cidade para uma península isolada pelo mar e murada, assim surgiu Casco Viejo em 1673.

Ao longo dos séculos foi também vítima de ataques e incêndios, com novas reconstruções, o que explica os vários estilos da arquitetura de Casco Viejo:  colonial,  neoclássico, art decô e afro Antilhas.

Um belo conjunto arquitetônico, onde se pode passar o dia para visitar igrejas, museus, praças, edifícios, hotéis e muitos restaurantes.  É possível encontrar atelies de pintura, em que os artistas trabalham na calçada.

A vibrante cidade do  Panamá oferece várias opções de vida noturna como os cassinos.

Amador é o bairro que foi reduto dos americanos quando administravam o Canal. A partir do ano 2000 com a retirada dos americanos, o local passou a ser acessível aos panamenhos como área de lazer.

Hoje é o ponto de encontro dos locais nos finais de semana. Há muitas opções bacanas de restaurantes e bares, além do Bio Museu. A área é ajardinada, rodeada por uma ciclovia e um cais com inúmeros barcos.

O Biomuseo, ou Museo de La Bio Diversidad, focado na história natural, está numa construção arrojada e colorida, assinada pelo famoso arquiteto Frank Gehry. Localizado na Calzada de Amador, também conhecido como Causeway, próximo ao Canal do Panamá.

Panama Viejo é a região onde a cidade do Panamá começou, é uma área arqueológica das primeiras edificações, fica um pouco mais longe do centro.

A dúvida de qualquer viagem é sobre a melhor localização da acomodação. Eu optei por ficar na área central, setor financeiro próximo do Metrô. Foi uma ótima opção, eu indico o Tryp by Wyndham ou Continental.

No link do Booking.com na lateral deste Blog, pode ser feito uma simulação de preço ou me enviei uma mensagem para a cotação.

Há boas opções de hotéis em antigos casarões remodelados em Casco Viejo.

O café e o chocolate do Panamá, são produtos típicos e de qualidade para trazer de lembrança.

Há um simpática loja e cafeteria, Tropical Chocolate Café em Casco Viejo, que oferece várias opções.

O famoso chapéu Panamá, tão conhecido, porém na realidade feito no Equador, é um dos objetos mais desejados pelos turistas.

As compras são um ponto forte da cidade. Há vários Malls ou Shopping Centers, o maior é o Albrook  Mall que fica no terminal de ônibus, última linha do Metrô. Com muito fácil acesso, nos finais de semana é bem lotado, é popular com poucas lojas internacionais.

O Multiplaza Mall tem lojas melhores e marcas internacionais. Oferecem ao turista o Panamá Shopping Card mediante apresentação do passaporte, para descontos nas lojas. Com o valor do Dólar em relação ao Real não há muitas vantagens econômicas para compras para os brasileiros nesse momento.

 

Já providenciou o Seguro Viagem – Assistência ao Viajante?

Esse é um dos detalhes importantes para uma viagem com segurança. Imprevistos com saúde podem acontecer a qualquer momento, bem extravio de bagagem ou ainda algum problema legal, como acidente de trânsito. Problemas no exterior tem preços altos, principalmente relativos a saúde. Por isso é importante contratar um Seguro Viagem – Assistência ao Viajante, para ter tranquilidade. Eu recomendo a Travel Ace que cobre os 5 Continentes, tem experiência reconhecida, além da assistência telefônica em português. Eu viajo com a Travel Ace.

 

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2014 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

HKL Interactive Media

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel