14.out.14

Japão e Dubai



lembrancas-de-viagem

japaodeusaEmbarquei para o Japão, via Dubai, para realizar um cruzeiro no Diamond Princess junto a outros 22 brasileiros. Depois de passar 02 noites na praia de Dubai, nos resorts Madinat e Jumeirah Beach, ao lado do icônico Hotel Burj al Arab, seguimos com a Emirates para Tóquio. Ao chegar à noite já me encantei com essa metrópole graças às suas luzes, cores, grandes edifícios etc.

dubaijpNo dia seguinte, seguimos para o porto de Yokohama para embarcar no Diamond Princess. Após os trâmites de embarque, fomos curtir a cabine e conhecer as demais dependências do navio. Adoro essa experiência de estar em um navio com um grupo de amigos: sair pela manhã para tours, voltar e almoçar, descansar e, à noite, encontrar o pessoal para um drink ao lado do piano seguido de um jantar elegante. Essa foi minha rotina por 9 noites rumo ao norte do Japão, até chegar na Rússia.

Nos tours organizados pela Princess, passamos por belas cidades do norte como Aomori e Otaru, Hakodate na ilha de Hokaido. Nos perdemos nos mercados de peixes, nas ruelas dos mercados locais com muita comida e lembrancinhas. Em Korsakov, na ilha russa de Sakhalin, nos deparamos com um lugar remoto e esquecido do país que tudo faz lembrar os tempos da guerra fria. Uma verdadeira volta ao passado da União Soviética.

diamond

Quando o cruzeiro acabou, fomos para Hakone para conhecer o Monte Fuji, que infelizmente estava encoberto. Posteriormente visitamosCastelo Nijo. No final do dia, embarcamos no impressionante trem bala com destino a Kyoto. Essa cidade realmente é linda, com muitos lugares típicos e templos. A partir de Kyoto, fomos de trem bala à Hiroshima. Esse certamente foi um momento muito emocionante da viagem, pois a visita ao Museu e Memorial da Paz fez com que todos refletissem sobre os horrores da guerra, de modo que o homem deve aprender a nunca mais fazer o uso da bomba atômica ou algo parecido.

Na nossa última parada no Japão ficamos 2 noites em Tóquio. Como há muito a conhecer, recomendo ficar pelo menos 5 noites. É uma cidade muito vibrante e pode agradar a todos, principalmente os jovens, pela modernidade. A experiência de conhecer esse país moderno, com cidades limpas, palácios, templos medievais e um povo extremamente educado, foi inesquecível. O Japão concilia a modernidade e as tradições de forma muito especial.

Um-pouco-de-historia

A história do Japão começa a 20 mil a.C, no período conhecido como pré-Jomon, quando os habitantes viviam da caça e pesca. Depois vieram outros períodos, como o Yavoi, com a cultura do arroz, e o Heian, cuja capital Nara foi trocada por Kyoto. Em muitos desses períodos o país passou por diversas guerras. A partir de 1192, há o começo do regime feudal sob o shogunato, em que o shogun era um título outorgado pelo imperador aos comandantes de exército ou clã. Havia também os samurais, guerreiros altamente disciplinados. Os Daimyos eram os poderosos donos de terras. historiajp

Nesse período o país foi invadido duas vezes pelos mongóis. Numa batalha sangrenta, houve um tufão violento que conseguiu frustrar as tropas inimigas, fazendo nascer aí a expressão Kamikaze, cujo significado é “o vento divino”.

O período Edo, que começou a partir de 1603, é a época do último Shogunato, do clã Tokugawa, que transferiu a capital para longínqua vila de Edo, atual Tóquio. Nesse período houve a expulsão dos estrangeiros portugueses e espanhóis, sendo o cristianismo proscrito. Mais adiante, as cidades se desenvolveram, principalmente Edo e Osaka, pois intensificaram suas transações comerciais com a abertura do comércio internacional em 1854. A cultura também foi privilegiada e todos aprenderam a ler e escrever.

A Era Meiji, período de 1868 a 1926, deu-se após um longo período governado pelos shoguns. O governo passou a ser centralizado na figura do Imperador e seus poderes voltaram a existir. O país deixou de ser feudal e se converteu em uma potência industrializada com grande força militar.

historiaA partir de 1926 começa a fase do Japão atual. Em 1936, o país assinou o pacto com a Alemanha Nazista, juntando-se às Potências do Eixo em 1941, ano em que a base naval americana de Pearl Harbor foi atacada. Esse evento fez com que os Estados Unidos entrassem na guerra. Já ao seu final, em 1945, há o uso da bomba atômica em Hiroshima e Nagazaki. A rendição japonesa veio em agosto daquele ano. Com isso, o país deixou de ser uma nação bélica e houve um intenso trabalho de recuperação econômica e modernização. Nos dias de hoje, o país continua com regime monárquico, em que o poder é transmitido entre os descendentes da família imperial. A constituição é de 1947 e atribui ao imperador Akihito o papel de representar o país, embora os poderes políticos sejam desempenhados pelo primeiro-ministro.

O-que-visitar

No idioma japonês, Japão se traduz por Nihon ou Nippon, origem do sol e terra do sol nascente, devido à proximidade com o ponto do oceano onde o primeiro raiar do sol do dia aparece no globo terrestre. Há muitos encantos no país, formado de centenas de ilhas, sendo as 4 principais Honshu (aonde se localiza Tóquio), Shikoku, Kyushu e Hokkaido. O território é somente 30% ocupado, sendo que o restante dos 70% são montanhas.

Monte Fuji – Hakone, está a 3776m acima do nível do mar e sempre há neve no topo. É o maior entre os 225 vulcões existentes no país, sendo que pode ser visto a até 100 km de distância. Para os japoneses, o Monte Fuji é um símbolo importante e muitos fazem caminhadas de 5 horas num ritual de purificação espiritual até a 10ª estação. Para os turistas em geral, os tours vão até a 5ª estação. É nesse ponto que as pessoas que fazem trekking param algumas horas para se ambientar e se abastecer. Há vários restaurantes, lojas de souvenir e agasalhos e muito movimento. O passeio segue até o Lago Ashinoko em Hakone, com um belo cruzeiro de 30 minutos.

fujiHiroshima, é uma grata surpresa. A cidade é linda, principalmente junto ao Museu e Memorial da Paz. Depois da bomba atômica, em agosto de 1945, ficou em pé restos de um pequeno prédio, que se tornou símbolo da paz. Ao seu entorno estão o parque e o museu. De Hiroshima é possível pegar uma embarcação por 20 minutos e conhecer a ilha sagrada de Miyajima, com um dos templos mais bonitos do Japão, o santuário xintoísta Itskushima, cercado de restaurantes e lojas típicas.

Kyoto é sem dúvida a cidade mais típica do Japão, sendo muito rica em tradições históricas. Foi capital e, por esse motivo, tem palácios e templos medievais imponentes com magníficos jardins. Destaque para o Castelo de Nijo, o Templo Dourado, a antiga casa de campo Xogun e o bairro Gion. O centro antigo da cidade é onde vivem as geishas.

kioto

Nara faz parte dos roteiros tradicionais do Japão, e os principais pontos turísticos são: Todaiji, que abriga uma colossal imagem do Buda construída em bronze e fundida no ano de 794, e o Nara Park.

nara

Tóquio, é uma metrópole com 9 milhões de habitantes, sendo que a Grande Tóquio na vivem 37 milhões de pessoas. É uma cidade muito atraente, sendo que no centro há várias atrações, como o Palácio Imperial dentro de um lindo parque. O teatro imperial é em estilo ocidental, com apresentações de peças e musicais renomados. A Tokyo Tower tem uma estrutura vermelha que domina a vista da cidade. A nova Tóquio, é um bairro moderno, aonde o destaque é para o prédio da TV, o shopping center e uma incrível vista da baía.

396

Ginza é o bairro chic e luxuoso, com várias ruas e avenidas largas estilo a Quinta Avenida. São muitas as lojas de grifes renomadas, sendo excelente para compras. Já Akihabara é o paraíso dos eletrônicos, games, vídeos e lojas de mangá. Os letreiros luminosos e as cores impactam muito. O bairro de Shinjuku é centro comercial e administrativo, com inúmeras lojas e restaurantes, muito interessante também para compras mais populares. Conta com a estação do metrô mais movimentada do mundo: transitam por lá 3 milhões de pessoas todos os dias e noites.

Shibuya é o cruzamento mais louco que existe. Há 8 semáforos que fecham ao mesmo tempo e as pessoas cruzam em várias direções juntas. Trata-se, sem dúvida, do mais lotado do mundo e deixa “Times Square no chinelo”. Em volta há muitos prédios modernos, lojas e restaurantes. Há muitas luzes, telas gigantescas com publicidade e gente, muita gente que circula por lá. Em frente à estação de Metrô de Shibuya há um ponto turístico, devido a uma estátua do cachorro Hadi ou Hachiko. Reza a lenda que ele vinha todos os dias encontrar seu dono e, mesmo depois de sua morte, continuou por 11 anos a mesma rotina. A história foi inclusive tema do filme de Hollywood “Sempre ao seu lado”. É irresistível fazer uma foto ao lado da estátua.

cruzamento

Onde-ficar

Tóquio

Keyo Plaza – é um hotel categoria primeira, com ótima localização em Shibuya, e perfeito para caminhar e fazer compras. Conta com vários restaurantes, sendo um deles na cobertura com linda vista da cidade. O hotel é conectado a estação de trem e metrô.

New Otani – hotel categoria luxo, destaca-se por estar próximo ao Palácio Imperial e pelos jardins.

Mandarin Oriental – novo e categoria luxo especial, muito elegante e bem decorado, considerado um dos melhores de Tóquio. O hotel está localizado em Ginza e, no seu sub solo, encontra-se uma estação de Metrô.

mandarintokyo

Kyoto

New Miyako – categoria primeira, moderno e bem localizado ao lado da estação de trem e de um shopping center.

Como-chegar

Melhor rota para sair do Brasil é com Emirates via Dubai.

Melhor-epoca

cereja

Entre abril e maio é o auge da florada das cerejeiras. É a melhor época para visitar o Japão, sendo considerada alta estação. O verão e o mês de outubro também são ótimas opções. O inverno é rigoroso.

Dicas-imperdiveis

Tóquio: há muito o que conhecer. O ideal são 5 noites.

geraltok

Almoçar em Akihabara, em um dos pequenos restaurantes do mundo dos Mangás, as populares histórias em quadrinho japonesa. Nesses pequenos restaurantes, as garçonetes ficam vestidas de personagens, a decoração é toda em tons pastel e há performance de música. Trata-se de uma experiência única, mas é preciso fazer reserva com antecedência.

Utilizar o metrô, devido ao custo alto dos táxis e trânsito intenso.

metro

Comprar um chip de celular com linha do Japão: o custo vale a pena.

Em Kyoto, visitar a rua dos restaurantes na parte antiga com vista para o rio, conhecida como Ponto Cho. É o point da noite para os jovens.

Curta os jovens de roupas típicas japonesas em Kyoto. Está cada vez mais na moda passeios organizados por adolescentes, que se vestem de kimono e adereços japoneses, e circulam em pequenos grupos nos pontos turísticos da cidade.

443

Em todo o Japão

Ariscar palavras em japonês como: arigato, gozaimasu (muito obrigado), Pim Pom Pim (ótimo, muito bem, uma expressão de alegria), sayohara (até logo). Colocar a palavra San para se referir à pessoa (significa senhor ou senhora).

Experimentar a variada comida japonesa, principalmente os doces. O melhor lugar de encontrá-los é nas estações de metrô e trem.

Utilizar o trem bala, Shinkansen, que atinge 300 km/hora. Não tem espaço para malas grandes, somente as pequenas. As operadoras de turismo como Designer Tours contam com o serviço de despachar malas grandes de caminhão para a próxima cidade, sendo que o turista leva no trem somente uma mala de mão.

Visitar um mercado de peixes, como o Morning Market da cidade de Hakodate. Lá há grande variedade de peixes e frutos do mar. Em geral os mercados contam com restaurantes com ótimos preços.

308

Visitar os templos: os xintoístas, que tem como principal característica o culto à natureza, ligados a um ser supremo. Já os templos budistas são cerimoniais, para marcar momentos importantes da vida.

Os vasos sanitários, são totalmente high tech com várias funções higiênicas, sendo uma atração à parte, principalmente em hotéis.

Fazer compras na UNIQLO, uma rede de lojas de roupas de departamento, com ótimos preços e presente também em Nova York, Londres, etc.

loja

Japão & China

 

Para compra de moeda estrangeira é importante conhecer uma empresa de confiança, eu indico a COTAÇÃO. As melhores soluções de câmbio, com mais de 10 moedas de diferentes países: Dólar Americano, Canadense, Australiano, Euro, Libra Esterlina entre outras. O melhor de tudo, é possível optar para Delivery, para receber confortavelmente na sua casa ou escritório. Negocie para obter a melhor taxa e escolha por uma das formas de compra:

Comprar online ou Solicitar Contato –  Você receberá uma ligação da Cotação para efetivar sua operação.  Cotação Câmbio

 

  1. Alessandra disse:

    Deusa querida,
    Essa viagem ao Japão foi simplesmente fantástica. Um aprendizado de extrema importância. Os japoneses nos mostraram que mesmo vivendo em um país pequeno e com grande concentração de pessoas, a manutenção da ordem, da organização, da limpeza, são possíveis. Vivenciamos uma cultura completamente diferente da nossa, mas repleta de riquezas, com valores diversos, os quais foram adquiridos ao longo dos séculos diante de alguns sofrimentos, mas que o sorriso no rosto jamais deixa de estar presente na face nipônica.
    Voltamos energizados após as visitas aos templos, um mais belo que o outro.
    Muito obrigada pela oportunidade em fazer parte do seleto grupo que visitou o Japão, conheçou o país de forma completa e hoje pode recomendá-lo com propriedade a todos os nossos clientes.
    Arigato Gozaimasu
    Ale San

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2018 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel