09.jun.16

Peru, uma viagem transformadora



Lembranças da Viagem

Recebi um convite para retornar ao Peru depois de 15 anos. A primeira viagem foi transformadora, assim como a de agora. Em Machu Picchu, senti uma energia tão especial que ainda hoje não acho palavras para descrever. Essa emoção me levou a escrever sobre as viagens para a alma e depois, ao longo da minha trajetória profissional, também sobre viagens para o amor e viagens para o corpo. Agora, nessa nova experiência, percebo que o Peru contempla esses três pilares, com seus hotéis bacanas e românticos para o amor, com seus inúmeros rituais incas para o bem estar do corpo e, claro, para o bem estar energético. Fiquei em Lima alguns dias, uma cidade que sabe receber e que tem na gastronomia com produtos andinos seu maior patrimônio. Em Cusco, pude circular pela bela cidade colonial espanhola sem pressa para poder curtir cada ângulo, sentar na Plaza de Armas e ver a vida passar. Mas o grande dia se deu ao seguir pelo belo Vale Sagrado, embarcar no charmoso trem “vintage” Inca Rail e chegar em Machu Picchu. Assim, pude novamente me emocionar com a energia e belas paisagens do pôr do sol.  Lá percebi como precisava visitar aquelas ruínas e voltar para casa com as “baterias recarregadas”.

Um pouco de história

A presença humana no Peru data de 6000 a.C. e várias culturas se revezaram ao longo dos anos. Os Incas formaram o maior império da América pré-colombiana, um povo com conhecimentos impressionantes de agricultura, arquitetura, engenharia, astronomia, etc. Em 1532, os conquistadores espanhóis armados e liderados por Francisco Pizarro, capturaram o imperador Atahualpa, dando início ao declínio do Império Inca. Cusco foi reconstruída sobre templos e construções Incas, tornando-se uma imponente cidade colonial espanhola.

A pouco mais de 100 km dali, em cima de montanhas, ficou escondida por séculos a cidadela de Machu Picchu. Somente em 1911 o professor norte americano Hiram Bingham, com ajuda de nativos, descobriu as ruínas encobertas pela vegetação tropical. Acredita-se que era um local sagrado, muito especial para estudos, aprimoramentos, rituais, etc. O nome na língua “quéchua” significa velha montanha. Foi construída com pedras, a maioria granito com encaixes perfeitos, paredes inclinadas e janelas em formato de trapézios para serem resistentes a terremotos. O templo do sol foi planejado para receber os primeiros raios do sol no dia do solstício de verão, assim como outras construções, cada uma com seus detalhes e significados.

 

Energia positiva do local

No mundo há locais com energia positiva, seja da natureza ou das construções executadas pelo homem, como locais sagrados. Machu Picchu é privilegiada pelas duas maneiras: a paisagem é de tirar o fôlego, rodeada pelas montanhas dos Andes com exuberante vegetação de selva, somada à beleza harmônica das ruínas de uma cidade construída para ser única. Por esses motivos é uma viagem transformadora, pois as energias positivas equilibram o ser humano e tornam a viagem inesquecível.

O que visitar

O Peru tem muito o que visitar:

Lima, a capital, é uma cidade muito acolhedora. Há vários museus interessantes para se conhecer um pouco da história, como Museu de Arte Mali, Museu Larco Herrera, entre outros. Além da cultura, é considerada uma cidade gourmet, com vários restaurantes bem posicionados. Há vários centros de compras, com destaque para o belo bairro de Miraflores e, principalmente, Larco Mar, um shopping aberto com vista do mar e penhascos. O bairro boêmio Barranco também merece uma visita para uma rodada de pisco com tapas.

 

Cusco possui belos casarões, igrejas e palácios e é rodeada por colinas. A Praça de Armas é o centro da cidade, contando com a catedral e outras igrejas. Além da arquitetura, a cidade tem um astral ótimo, com visitantes do mundo inteiro. É muito bom perambular por suas ruas e observar os habitantes com seus trajes andinos típicos, além dos jovens e turistas que dão um colorido especial ao lugar.

 

Vale Sagrado tem belas paisagens de áreas agrícolas privilegiadas pelo solo fértil, que deu origem ao nome, e fica entre Cusco e Machu Picchu. O local conta com hotéis incríveis. Vale a pena a hospedagem.

 

Machu Picchu é sem dúvida o lugar mais famoso da região e não decepciona o visitante. É simplesmente sensacional sentir a energia do lugar e sua paisagem.

 

Linhas de Nazca: o sobrevoo é impressionante para se observar esses traçados gigantescos com formas de animais e objetos que, assim como Machu Picchu, ainda são um mistério.

 

Ica, ponto de hospedagem para visitar Nazca e ótimo para relax. A visita à Reserva Nacional de Paracas, um dos melhores refúgios de lobos marinhos, pinguins de Humboldt, flamingos e praias paradisíacas, é uma grata surpresa.

 

Arequipa, ao pé do vulcão, a cidade tem seu centro histórico, construído com pedra vulcânica branca. A região conta com grandes paisagens e abriga o Santuário Nacional Lagunas de Mejiá, área com aves migratórias. O Vale del Colca é a principal atração.

Melhor época

De abril a outubro é a melhor época para se visitar o país, devido à pouca incidência de chuvas. No mês de junho, Machu Picchu vive seu momento de alta estação com a festa Inti Raymi em homenagem ao Deus Sol, uma tradição Inca para marcar o solstício de inverno no hemisfério sul.

Onde ficar

Cusco:

Belmond Palacio Nazarenas – de categoria luxo e em um antigo palácio, mantém a construção original, porém com decoração contemporânea e moderna e serviço com qualidade Belmond. Possui oxigênio no apartamento. A bela área de piscina climatizada ao ar livre é uma novidade na cidade.

 

Belmond Hotel Monasterio – categoria luxo e situado em um antigo mosteiro, que mantém a construção original, mas clássico, possui excelente serviço. Há também oxigênio no apartamento. A capela da propriedade, com detalhes em ouro e que pode ser utiliza para eventos, somada a música sacra nas áreas comuns, criam um clima de paz e harmonia. Um conceito de luxo e bem estar.

 

JW Marriot Cusco Hotel – categoria luxo e situado em um antigo palácio remodelado, moderno e aconchegante.  No lobby integrado há um belo bar, o qual é um convite a um relax com pisco sour do happy hour.

 

Palacio del Inka – Luxury Collection Hotel – categoria luxo, antigo palácio do um Inka que foi presenteado ao irmão de Pizarro, hoje vive seu apogeu com decoração clássica.

 

Aranwa Cusco – categoria Boutique luxo, faz parte de uma rede peruana com decoração clássica e original. O nome é de origem quíchua e significa lenda.

 

Inkaterra la Casona Hotel Cusco, um pequeno hotel de luxo e super exclusivo. O conceito é fazer o hóspede se sentir em casa. A porta fica constantemente fechada, sem placas ou bandeiras, como uma “casona” particular. Algumas celebridades já escolheram esse hotel devido a essa característica.

 

Eco Inn – de categoria primeira, fica um pouco mais afastado do centro. Conta com ótimo serviço e bom restaurante.

Machu Pichu – Belmond Santuary Lodge junto às ruínas. Localização única.

 

Aguas Calientes – Inkaterra Machu Picchu, um charmoso lodge de selva com muito conforto e ótimo serviço.

 

Como chegar

Os trens de Cusco ou do Vale Sagrado a Aguas Calientes, no pé de Machu Picchu, são uma atração à parte. A companhia Inca Rail tem elegantes vagões-restaurante; as refeições são leves e saborosas e, com a música ao fundo, a bela paisagem dos Andes e os drinks, não se percebe o tempo da viagem.

A companhia Belmond administra a Peru Rail com dois tipos de trem de categorias diferentes: o Vistadome e o de luxo Hiram Bingham, decorado no estilo Pullmans dos anos 20.

Dicas imperdíveis

Em Cusco, a melhor dica de todas é descansar no primeiro dia, porque a altitude de 3399m dificulta a adaptação.  Esqueça o city tour e ingira comidas muito leves como saladas ou sopas, muito líquido e nada de bebidas alcoólicas. Chá de coca ajuda, mas não é recomendável para quem tem pressão alta; para esses, aspirina e repouso representam o melhor remédio. Use e abuse dos táxis porque caminhadas longas cansam muito. Se o seu orçamento permitir, fique em um hotel de luxo com sistema de oxigênio no apartamento.

Para Machu Picchu, boné, mochila e celular ou máquina fotográfica são fundamentais. Aproveite o final da tarde com o pôr do sol visto das ruínas.

Fique hospedado no Vale Sagrado ou faça um passeio de dia inteiro com almoço. Vá à feira de Pisac, paraíso de objetos artesanais.

Se tiver tempo, siga para Puno e Lago Titicaca.

 

Experimente uma das massagens ou rituais Incas para o bem estar.

 

Para candidatos a chef de cozinha, há tours de aulas de gastronomia em Lima. Solicite reserva com antecedência nos restaurantes bacanas de Lima e Cusco.

 

Saboreie a cerveja Cusqueña e prove a truta andina. Experimente as deliciosas frutas, os vários tipos de batatas e milho e não saia do país sem provar o pisco sour.

 

CRÉDITOS:

Agradecimentos especiais ao Escritório Comercial do Peru no Brasil, MINCETUR – Ministério de Comércio Exterior e Turismo

Créditos de fotos:

Arequipa – Vista del volcán Misti desde el Mirador de Yanahuara – Renzo Tasso -PROMPERU

Líneas de Nasca 1 – Heinz Plenge Pardo – PROMPERU

Hotéis: Belmond e Aranwa

Machu Picchu enigmática

Para compra de moeda estrangeira é importante conhecer uma empresa de confiança, eu indico a COTAÇÃO. As melhores soluções de câmbio, com mais de 10 moedas de diferentes países: Dólar Americano, Canadense, Australiano, Euro, Libra Esterlina entre outras. O melhor de tudo, é possível optar para Delivery, para receber confortavelmente na sua casa ou escritório. Negocie para obter a melhor taxa e escolha por uma das formas de compra:

Comprar online ou Solicitar Contato –  Você receberá uma ligação da Cotação para efetivar sua operação.  Cotação Câmbio

  1. Sonia Molinos disse:

    Adorei! Espero um dia fazermos essa viagem juntas e aproveitar o maximo essa energia magica!

  2. Maria José Giaretta disse:

    Ótima matéria, fiquei com vontade de ir para lá.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2018 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel