Deusa Rodrigues - Travel Agent

Gastronomia e turismo

27.mar.18 - atualizado em 21.jun.19



 

As viagens proporcionam muitas experiências, que ficam como patrimônio da nossa memória. Conhecer lugares com cultura diferente é o grande atrativo. A gastronomia também é um dos fatores importantes, afinal necessitamos nos alimentar, mais que isso, queremos provar novos sabores. Eu como uma viajante apaixonada, tenho lembranças de refeições especiais, sejam elas as mais simples na rua, no transporte, em restaurantes pouco conhecidos ou nos restaurantes memoráveis. Eu gosto de viajar e conhecer a gastronomia.

 

A palavra gastronomia vem do grego antigo: gastros, estômago e nomia, lei do conhecimento. Desde dos primórdios do planeta, em busca de alimentação, o homem fez experiências para preparar pratos com o melhor sabor. Muitos pratos foram inventados, pelo fato dos ingredientes serem os únicos disponíveis no momento. Os destinos turísticos divulgam muito a boa gastronomia como atrativo. Há grandes “cases” de sucesso da gastronomia como fator de atração na França, na Itália, hoje no Peru e tantos outros.

Eu viajo pelo mundo e tenho o privilégio de ter experimentado a gastronomia de diversos países. Quanto ao quesito pratos inusitados, posso mencionar a sopa de ninho de andorinhas na China e o churrasco de Kudu no Continente Africano. Das delícias que provei, menciono algumas.

 

Gastronomia

Emirados Árabes

Em Dubai a comida é variada e primorosa. Os bons restaurantes estão nos hotéis pelo fato de ter permissão para bebida alcoolica. São grandes redes de hotéis que capricham no menu.

 

Tanzânia 

Estive diversas vezes no Continente Africano e pude experimentar um pouco da comida de cada país. Tudo é muito saboroso, principalmente nos lodges de safáris. Esses hotéis-lodges, que são refúgios de luxo na savana tem por necessidade de ter um bom restaurante, com chefes dedicados. Os jantares, nos safáris tem várias opções e não decepcionam.

 

Japão

Em Tokyo, uma cidade cosmopolita se encontra bons restaurantes. Eu comi muito bem por lá, meu método foi me informar qual o melhor prato de cada restaurante que visitava, destaque os pratos os frutos mar sempre muito frescos. O Sushi e o Sashimi viram moda no mundo principalmente entre os jovens.

 

França

Na França a gastronomia é sensacional. Desde os pratos elaborados como os mais simples. A boa comida vem da época em que a corte francesa realizava banquetes frequentes. Depois da Revolução Francesa, chefes de cozinha dos palácios, desempregados começam a abrir seus restaurantes e aí deu-se a outra revolução – a alta gastronomia francesa ficou acessível.

 

Chile

A gastronomia no Chile também é muito boa, tanto de pratos da Patagônia com carne como os frutos do mar. O Oceano Pacífico propicia boa culinária com variedade de crustáceos e principalmente de Salmão. O serviço no Chile é excelente, o que garante também a qualidade dos restaurantes. Seja qual for o prato escolhido, regado ao um bom vinho fica ainda melhor.

 

Peru

O Perú é sem dúvida um destino que investe na gastronomia. A formação de jovens chefes de cozinha é uma prioridade do país. Oque elevou o nível da gastronomia no Peru, foi a criatividade aliada os ingredientes únicos. Há uma variedade de milho, batata e outros produtos dos Andes, além de frutos do mar da melhor qualidade das águas gelados do Pacífico. O Ceviche, peixe cru marinado é a estrela do cardápio peruano, acompanhado de um pisco sour.

 

Agradecimentos pelas fotos concedidas: Promperu, Hoteis Explora Valle Sagrado e &Beyond Tanzânia.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2019 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel