14.nov.18

A energia de Teotihuacán, as Pirâmides do Sol e da Lua



Retornei de uma viagem ao México e visitei novamente Teotihucán, as Pirâmides do Sol e da Lua no México. Senti a mesma energia positiva, como da primeira vez, que estive nesse local. Essa é uma das áreas arqueológicas mais visitadas do México, devido à proximidade com a capital. É incrível imaginar que foi estabelecida em torno de 100 a.C. Considerada a maior cidade Pré Colombiana, com uma população de mais de 125 mil pessoas. Ficaram ótimas lembranças da subida nas Pirâmides, das aulas sobre tequila e do alto astral do lugar. Uma viagem para a alma.

 

Um pouco de história

O México foi povoado por várias civilizações Pré Colombianas.  As teorias da evolução apontam a migração desde a Ásia, pelo estreito de Bering, ao norte dos continentes Europeu e Americano. A civilização conhecida como Teotihuacan, construiu as maravilhas das Pirâmides do Sol e da Lua.

O nome significa “Lugar onde os homens se tornam Deuses”, foi denominado pelos Astecas, para identificar o local encontrado desabitado.  Há evidências de ter habitantes com outras culturas.  É Patrimônio da Humanidade pela UNESCO desde 1987.

O conjunto da área arqueológica de Teotihuacán, é uma das mais bonitas do México. É uma construção impressionante e com muita harmonia. Esse passeio é sempre inesquecível.

Pirâmide do Sol

É a terceira maior do mundo, construída no século II d.C. Ela voltada para oeste, quando acontece o solstício de verão, o sol se põe exatamente na frente. Tem 225 m de lado e 65 de altura. Há cinco plataformas e vários degraus. Originalmente era pintada de vermelho, com um visual impactante.

No top eram feitos sacrifícios para os Deuses. A Pirâmide do Sol representa a energia do dia, a força do masculino.

A espalhada central tem uma imponência impressionante. Há um platô, que servia como altar em frente de frente as escadarias.

A dúvida é saber qual a melhor vista, do alto da Pirâmide do Sol, se avista a Pirâmide da Lua e as montanhas.

Pirâmide da Lua

A Pirâmide da Lua é menor, tem 45 m de altura. Está localizada no final da esplanada central, na Calçada dos Mortos. É mais antiga que a do sol, foi construída 200 a 250 a.C.

A Pirâmide da Lua, é dedicada a Deusa da água, à fertilidade, à noite e à energia feminina.

O que visitar em Teotihuacán

 

Além da visita às Pirâmides, conheci também um centro de artesanato, que trabalha com a pedra vulcânica Obsidiana. Esse material foi usado como utensílio de corte e como decoração pelas civilizações antigas.

A Obsidiana tem características de proteção energética.  Há lindas peças a venda. Conheça mais sobre as características energéticas da pedra Obsidiana negra.

https://www.cristaisaquarius.com.br/blog/significado-da-pedra-obsidiana-negra/

No local houve uma breve explanação sobre as bebidas alcóolicas, feitas com agave, um tipo de cactos. As bebidas: tequila, pulque e mezcal, ja eram produzidas e consumidas pelas civilizações antigas. No final da pequena aula, houve degustação das três bebidas. O estado de Jalisco é  que mais produz tequila no México, veja o post deste Blog sobre Guadalajara.

http://blog.deusarodrigues.com.br/index.php/2018/06/15/guadajara-na-copa-do-mundo-de-2026/

 

Antes de encarar a subida das Pirâmides, a dica é almoçar no Restaurante Teocalli, estilo buffet com música ao vivo.

 

Viajei durante os festejos do Dia de Los Muertos e encontrei tudo decorado e com música ao vivo.

Sobre a Cidade do México

A melhor maneira de visitar as Pirâmides do Sol e da Lua, é se hospedar no México e fazer um tour full day. Está a 45 minutos de carro da cidade. A capital do México é uma das maiores cidades do mundo, tem 21 milhões de habitantes. Uma metrópole vibrante, com muitos contrastes e um transito intenso. Foi fundada em 1324 pelos Astecas, recebeu o nome de Tenochtitlán, sobre alguns lagos aterrados. Em 1521 os Astecas foram derrotados pelos espanhóis e começou o período de colonização.

Depois da independência, houve a guerra com os Estados Unidos, além da Intervenção Francesa.  Hoje o México vive um momento de crescimento. A cidade tem 34 Patrimônios da Humanidade reconhecidos pela Unesco. Recebe a cada dia mais turistas, saiba mais:

https://istoe.com.br/mexico-recebe-recorde-de-393-milhoes-de-turistas-em-2017/

Onde ficar

Eu indico o Hotel Fiesta Americana na Avenida da Reforma, a mais bacana da cidade do México.

O Fiesta Americana, conta com o restaurante Azul 70, estilo contemporâneo,  de comida “mexicana revisitada”,  além de uma vista linda da cidade. 

Como chegar:

Viajei com a Latam, com voo de direto de São Paulo a Cidade do México.

Dicas de viagem:

Ir com roupas confortáveis e se preparar para o calor. Levar chapéu e protetor solar. 

Entre no clima e aproveite o momento mágico.

Comprar artesanato local, é colorido e o preço acessível.

 

Meus agradecimentos ao Visit México, pelo convite desta viagem e pelas fotos fornecidas. México é: “Um mundo em si”

www.visitmexico.com

Já providenciou seu seguro de viagens ?

Eu viajo com a Travel Ace.

Esse é um dos detalhes importantes para uma viagem com segurança. Imprevistos com saúde podem acontecer a qualquer momento, bem extravio de bagagem ou ainda algum problema legal, como acidente de trânsito. Problemas no exterior tem preços altos, principalmente relativos a saúde. Por isso é importante contratar um Seguro Viagem – Assistência ao Viajante, para ter tranquilidade. Eu recomendo a Travel Ace que cobre os 5 Continentes, tem experiência reconhecida, além da assistência telefônica em português.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2018 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel