Deusa Rodrigues - Travel Agent

São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações

10.out.19 - atualizado em 16.out.19



São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações. A cidade está à apenas 60 km de São Paulo capital. Gostei de conhecer a bonita estrada arborizada, suas curvas, suas vinícolas, restaurantes e atrações. Além da cidade ser produtora de vinhos, também é conhecida pelo cultivo da alcachofra. Durante a primavera acontece a Expo São Roque, um evento que destaca a produção de vinho e de alcachofra. A viagem para a Estrada do Vinho em São Roque é uma experiência que eu indico.

Estrada do Vinho de São Roque

São Roque e a Estrada do Vinho, é estreita com muitas arvores, num terreno levemente montanhoso com bonita paisagem. A estrada é fácil de alcançar a partir do centro da cidade e há semelhanças com alguns lugares da Serra Gaúcha. Ao longo da estrada estão vários restaurantes e vinícolas. Algumas contam com degustação, outras só revenda e restaurantes. Cada vinícola tem seu diferencial, o bacana é poder voltar sempre para conhecer novas opções.

Se você gosta de roteiros de degustação de vinhos leia também minha experiência na América do Sul: Vinícola do Chile, qual visitar?

São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações

Vinícola Don Patto – na Estrada do Vinho

A Vinícola Dom Patto é uma das primeiras da Estrada do Vinho, está no km 2,5 lota nos finais de semana ensolarados. A decoração colorida das sombrinhas, semelhante à cidade de Águeda em Portugal, fazem alegria dos visitantes, para postar nas Redes Sociais. A Vinícola não produz o vinho nesse local, seus vinhedos estão em outra parte da cidade, não oferece degustações, somente venda de vinho. Conta com 2 restaurantes, lanchonete e playground.

São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações

Quinta do Olivardo – “Vinho do Morto” em São Roque

A Vinícola Quinta do Olivardo, teve início em 1808 e está no km 4. É uma das mais badaladas, por causa da divulgação do “Vinho do Morto”. Uma tradição que vem da Europa, quando Napoleão invadiu Espanha e Portugal, os portugueses passaram a enterrar o vinho para que não fosse pilhado pelos invasores. Tempos depois ao desenterrar notaram que a qualidade havia melhorado. Hoje o método de enterrar o vinho por 6 meses em São Roque, é um dos atrativos da Quinta do Olivardo. Todo terceiro sábado do mês é feito o desenterro às 20h00 com jantar e música ao vivo – noite de Fado.

A propriedade conta com 2 restaurantes, com ênfase em gastronomia portuguesa além das comidinhas: Pastel de Belém, espetos à moda portuguesa, sardinha assada, prego no pão (o nosso sanduiche de churrasco), etc. Há ainda tirolesa, playground, lago e também uma varanda com as sombrinhas coloridas no estilo português.

Esse é um lugar que faz lembrar da “terrinha”. Leia também: Portugal e os pontos turísticos.

São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações

São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações

Vinícola Góes – degustações nos finais de semana

A Vinícola Goés está numa bonita e ampla propriedade, no km 9, conta com restaurantes, adega, lanchonete, loja e playgrond. Foi fundada em 1938 por Danilo Góes e continua uma empresa familiar. Há horários de degustações durante os finais de semana, é necessário fazer reserva com antecedência. Durante a festa da vindima de janeiro a março há programação especial.

Em dezembro oferece o Natal Luz de sexta a domingo, com jantar e cantata. Outra experiência é conduzir os visitantes para uma colheita ao luar, feita durante a noite com degustação e jantar.

Leia também sobre: Viagens no Natal pelo Brasil.

São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações

Vinícola Canguera – desde 1952 em São Roque

A Vinícola Canguera foi fundada em 1952, no Km 8, como a maioria é familiar e está na terceira geração. Oferece loja de vinhos, empório com cachaça, licores e queijos. Conta ainda com restaurante e museu de peças antigas. É possível visitar os vinhedos.

Vinícola XV de Novembro – vinho Quinta Moraes

A Vinícola XV de Novembro nasceu em 1958, também na terceira geração da família. Presente na Estrada do Vinho km 4,5. Da linha de vinhos finos, a marca principal é a Quinta Moraes. Oferece degustação na adega que é de frente para a bonita paisagem dos vinhedos e alcachofral. Na propriedade há restaurante e café.

Vinícola Santa Terezinha – começo empreendedor

Estão presentes na Estrada do Vinho desde 1947. Um casal de portugueses foram os fundadores com um investimento inicial de 30.000 mil pés de uva, o que no passado foi um grande feito. Está no Km 2 e um dos diferenciais é o restaurante com comida à lenha.

Outras vinícolas – São Roque e a Estrada do Vinho

Há várias outras vinícolas, entre elas: Vinhos Palmeiras km 10, Vinhos Real D´Ouro km 1, Vinhos Sorocamirim – km 4,5, Vinhos Frank km 2,5, etc.

São Roque e a Estrada do Vinho também tem cerveja

Na Estrada do Vinho também tem cerveja, a Destilaria Stoliskoff está no km 3,5, produz uma variedade de cachaça, cervejas, licores, etc. A empresa fundada em 2007, inicialmente produzia para outras destilarias, até engarrafar sua própria produção.

Experiências em São Roque – durante o ano

As vinícolas são criativas, oferecem várias experiências além da degustação: Natal Luz, colheita ao luar, jantar para desenterrar o vinho dos mortos, jantar com música ao vivo, festa da vindima, festival de inverno, passeio pelos vinhedos, pisa da uva, tirolesa, pedalinhos, etc. Em todas há lugares para relaxar e aproveitar a bonita paisagem. Cada uma tem suas características e seu charme.

São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações

Expo São Roque – 27ª edição Vinhos e Alcachofras

O evento de 2019 vai de 04 de outubro a 10 de novembro de 2019, no Recanto da Cascata, no centro de São Roque. A festa deste ano tem como tema – Tributo a Adoniram Barbosa, uma homenagem ao cantor e compositor querido pelos paulistas. Há várias atrações: mostra, degustação e venda de vinhos, teatro musical, dança, shows, exposição e entretenimentos.

São Roque e a Estrada do Vinho: belas paisagens, degustações e atrações

São 15 vinícolas expondo suas linhas de produtos. No Espaço Gourmet o destaque é apresentação de vários chefs com receitas feitas à base da alcachofra. O visitante poderá participar das Oficinas Gastronômicas que acontecem duas vezes ao dia. Há ainda a presença da sommelière especialista em vinhos brasileiros, para atividade de degustação orientada.

Pisada da uva na Expo São Roque

As 16h00 acontece a “pisada da uva”, momento que os visitantes pisam na uva dentro de uma barrica, como nos velhos tempos.

Conheça mais sobre a: Expo São Roque.

Degustações na Expo São Roque – vinhos, sucos e comidinhas

Na Expo São Roque além dos vinhos, sucos de uva branco e tinto e derivados, outras empresas estão presentes com: queijos, salames, doces e outras delícias da região. Eu provei vários vinhos e destaco o “Vinho dos Mortos” da Quinta do Olivardo, a apresentação do engenheiro de alimentos: Amilcar Bozelli. Vale conferir!

São Roque – Terra do Vinho

O fundador de São Roque foi Pedro Vaz de Barros no século XVII. Os imigrantes portugueses e italianos iniciaram a produção de vinho, para consumo próprio; com o passar do tempo houve um aprimoramento e hoje é uma das principais atividades econômicas da cidade. Os produtores são descendentes dos imigrantes e valorizam muito a cultura e história dos antepassados, que estão na terceira e quarta geração.  Alguns vinícolas são mais artesanais e outras produzem em grande escala. A produção de vinho é diferentes variedades: Vinho Fino, Vinho Branco, Vinho Licoroso, Vinho Rosado, Vinho Tinto, Frisante, Espumante. Além do vinho, há também os derivados: coolers e licores. São Roque comercializa 20 milhões de litros de vinho por ano, sendo cerca de 75% de vinhos de mesa e 25% de vinhos finos.

Primavera tempo de alcachofra em São Roque

A colheita das alcachofras tem início na primavera e é uma das atrações da cidade. Durante a Expo São Roque, vários expositores e chefs da cidade trazem para o público receitas deliciosas com alcachofras, harmonizadas com vinho. O plantio foi introduzido na região há mais de um século pelos imigrantes portugueses, italianos e espanhóis que trouxerem na bagagem seus costumes. Esta flor, hortaliça, a alcachofra se adaptou ao solo de São Roque e seu cultivo virou tradição. Inicialmente plantar alcachofras era apenas para consumo local, foi na década de 50 que começou a produção comercial. O tipo produzido se diferencia de outros lugares, são as famosas “Alcachofras Roxas de São Roque”. O processão de seleção natural da planta foi interessante: devido ao fato dos agricultores ter utilizado o método de cobrir com jornal, para evitar raios solares, fez mudar a coloração para alcachofras roxas.

Onde comer em São Roque

Durante a Expo São Roque, na praça de alimentação há mais de 20 espaços, entre restaurantes, lanchonetes e stands.

Na Estrada do Vinho as vinícolas oferecem bom restaurantes, além de outros com opções de comida variada entre eles: Restaurante Pica-Fumo, Rancho Arizona, Cantina Tia Lina, Cantina e Restaurante Quinta das Alcachofras, Restaurante Vale do Vinho, Varanda do Prado, Churrascaria Tropeiro do Sul, Restaurante Vale do Vinho, etc.

Como chegar à São Roque

Para quem sai de São Paulo capital, há possibilidade de ir pela Rodovia Estrada Castelo Branco até o Rodoanel em direção à Mairinque na saída 54B. Outro caminho para quem mora na zona sul de São Paulo é seguir pela Rodovia Raposo Tavares.

Para alugar um carro entre neste link.

Para chegar à cidade de São Paulo a partir de pontos estados do Brasil, pesquise e compre as passagens aéreas neste link.

Onde se hospedar em São Roque

Apesar de São Roque ser possível fazer um passeio “bate volta”, o ideal é se hospedar na região, porque é possível fazer as degustações de vinho com tranquilidade sem ter que dirigir depois. Outro fator a considerar é que a região tem paisagens bonita, levemente montanhosa e com boas opções hoteleiras. Será um final de semana especial.

Para reservas de hotéis em São Roque entre no link:

Melhor época para viajar a São Roque

No inverno tem o charme e o friozinho da montanha com dias ensolarados, na primavera as flores e a Expo São Roque, no outono as árvores em tons terrosos e no verão a vindima, festa da colheita. Enfim qualquer estação do ano a viagem é perfeita.

Leia também a experiência na região de vinhos da França: Aquitaine – Bordeaux  e Borgonha – Dijon e Beaune.

Dicas da viagem à São Roque

Chegar na cidade cedo entre 10 e 11 horas, horário ideal para estacionar, embora haja muito estacionamento nas vinícolas.

Conhecer a Ski Moutain Park, a 1000 metros de altitude, centro de lazer de montanha: pista de esqui, teleférico, tobogã, playground, mountain bike, churrascaria, casa de chá, taverna, vinhateria e lanchonete.

Comprar vinho com bons preços.

Meus agradecimentos a Assessoria de imprensa da Expo São Roque pelo apoio e fotos.

Deixe o seu comentário!

Copyright © 2019 Deusa Rodrigues | Todos os Direitos Reservados

Direitos autorais: todos os textos são autorais e as fotos a maioria são autorias e outras cedidas por hotéis e representações para esse blog/site. Nenhuma parte desa publicação poderá ser reproduzida, copiada, armazenada em sistema digital ou transferida por qualquer meio eletrônico, fotocópia, mecânico, etc. sem que haja permissão por escrito emitida por esse Blog Deusa Rodrigues - viagens e lua de mel